10 outubro, 2007

VIVA RIO NEGRO - UM PROJETO DE PROMOÇÃO DE SAÚDE E PREVENÇÃO DE DOENÇAS NÃO TRANSMISSÍVEIS

O projeto abaixo foi desenvolvido em resposta ao edital do Ministério da Saúde. 115 Municipios do Brasil todos serão premiados com 40 mil reais para desenvolver atividades de prevenção a doenças cronicas não transmissiveis.
Rio Negro, por intermédio da Equipe do PSF da área Urbana está concorrendo.
1. INTRODUÇÃO

Este projeto vem de encontro à necessidade do setor saúde de Rio Negro em conhecer, divulgar e tratar os problemas da hipertensão da população de nosso município.
O Projeto, Viva Rio Negro – Um Projeto de Promoção de Saúde e Prevenção de Doenças não Transmissíveis, é simples e objetivo. A intenção é motivar a população para práticas de exercícios físicos, consumo de alimentos saudáveis, tratamento de hipertensão, diabetes e obesidade através de terapêuticas alternativas.
Já há bastante tempo sabe-se que prevenir doença e promover saúde é uma tarefa que extrapola o setor saúde. No entanto cabe a nos coordenar, agregar e motivar atividades intersetoriais que dêem conta de enfrentar as agressões que atingem as pessoas no cotidiano e num futuro próximo.

1.2. JUSTIFICATIVA

As doenças ligadas ao coração e aos vasos sanguíneos, tais como: infarto agudo do miocárdio, morte súbita, AVC – acidente vascular cerebral, edema agudo de pulmão e insuficiência renal, são as principais causas de morte entre os brasileiros, totalizando 27,4% do total das causas de morte .
O Ministério da Saúde calcula entre 11 e 20% a proporção da população que tem ou terá pressão alta. Segundo o IBGE (2006) temos uma população de 5.305 pessoas em Rio Negro. Seguindo a lógica do Ministério da Saúde teríamos entre 584 e 1.061 portadores de hipertensão.
No cenário mais otimista temos diagnosticado 64% dos casos de hipertensão em Rio Negro e no cenário extremo teríamos apenas 35% dos casos diagnosticados contra 65% de pessoas que desconhecem que são portadoras desta doença.
Estes números apresentados acima são brutos, tomando em conta o número geral da população, sem classificar por sexo e etnia, o que demanda um outro calculo que no momento não podemos realizar.
Considerando apenas a população da área urbana acima de 20 anos de idade, temos 2.212 habitantes, entre homens e mulheres. Crianças e adolescentes somam 1.022.
Entre as crianças e adolescentes, no cenário mais extremado, teríamos 5% de hipertensos. Considerando o cenário extremo de 20% de hipertensos entre a população acima dos 20 anos de idade e 5% entre adolescentes e crianças, somariam, na zona urbana de Rio Negro aproximadamente 540 hipertensos. Destes teríamos entre crianças e adolescentes aproximadamente 97 pessoas e 443 entre os maiores de 20 anos.
No momento temos identificados 371 hipertensos acima de 20 anos e 1 usuário criança e 1 adolescente.
Considerando que temos inscrito no cadastro dos Agentes Comunitários de Saúde da Equipe urbana 371 hipertensos, podemos deduzir que no mínimo 169 portadores de hipertensão desconhecem sua condição. O mais grave é que apenas 95 portadores de hipertensão, no universo dos 371 diagnosticados, estão freqüentando o programa de acompanhamento oferecido pelo PSF da área urbana. Ou seja, apenas 26% estão participando de alguma atividade de controle da hipertensão.
Este Projeto, Viva Rio Negro, pretende rastrear os casos de hipertensão e oferecer o trataemento adquado a todos. Visa também conscientizar a população sobre os riscos da hipertensão.

1.3. OBJETIVO

Realizar aferição de pressão arterial no mínimo em 75% da população da Zona Urbana de Rio Negro e oferecer acompanhamento às pessoas com histórico familiar e tratamento para os portadores.

1.3.1. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Verificar a pressão arterial de 75% da população da zona urbana de Rio Negro.
Identificar usuários com tendências a ter pressão alta.
Identificar e diagnosticar casos de hipertensão arterial sistêmica;
Realizar IMC de 50% da população residente na zona urbana;
Identificar e encaminhar usuários acima do peso para tratamento;
Desenvolver acompanhamento de casos de sobrepeso adequado ao número de pessoas e faixa etária;
Aprimorar nossas atividades de prevenção de hipertensão arterial;
Desenvolver consciência sobre risco de hipertensão e sobrepeso;
Desenvolver parceria com setor de educação física das escolas para desenvolvimento de tratamento e prevenção e sobrepeso e hipertensão;
Estabelecer parcerias multiprofissional e comunitária no tratamento da hipertensão;
Realizar a classificação diagnóstica de 100% dos casos de hipertensão diagnosticada em Rio Negro;
Instituir como rotina dos serviços de saúde a verificação de PA entre criança acima de 3 anos,

2. PLANO DE AÇÃO

1° ETAPA

A primeira etapa será a realização do rastreamento: sensibilização da Secretaria de Saúde, dos profissionais e demais órgãos da comunidade sobre sua necessidade, elaboração deste projeto, previsão de recursos humanos, físicos e materiais necessários, recursos financeiros, cronograma de atividades.

2° ETAPA

Previsão e captação de recursos humanos, físicos e materiais.
Elaboração e realização de treinamento sobre hipertensão para os servidores da Secretaria de Saúde e do Hospital Hedimaque Pais Ferreira.

3° ETAPA

Esclarecimento da população sobre hipertensão através de reuniões, distribuição de panfletos, colagem de cartazes, folders, faixas.
Exposição de fotos sobre os grupos de HiperDia em locais públicos da cidade.
Exposição de material gráficos sobre hipertensão: Epidemiologia, tratamento e agravos.

4° ETAPA

Realização de aferição de pressão arterial nos usuários da zona urbana.
Esta aferição será realizada seguindo os seguintes passos:
1. Aferição em prédios públicos e ruas;
2. Aferição de Pressão Arterial no programa de saúde da criança: creche, pré-escolas e demanda espontânea do centro de saúde.
3. Aferição de Pressão Arterial no Programa de Saúde dos Trabalhadores: Locais de trabalho;
4. Aferição de Pressão Arterial nas escolas: Escola Leontino, Escola Otávio, Escola São Francisco Pólo;
5. Aferição de Pressão arterial em domicílio.

Todos os usuários que na primeira aferição estiver com a Pressão Arterial alterada serão orientados e encaminhados para confirmação de diagnóstico.
Para efeito deste rastreamento serão adotados os seguintes parâmetros para encaminhamento:
1. Pressão Diastólica = ou < lica =" ou" lica =" ou" color="#3366ff">5° ETAPA

Sistematização dos resultados, elaboração de relatório, apresentação de resultados, elaboração e/ou reorientação de atividades preventivas e promoção de saúde.

6° ETAPA

Desenvolvimento de grupo de controlo do peso; (já implantado)
Desenvolvimento de atividades físicas direcionadas nas escolas (parceria com professores de Educação física de cada Escola);
Desenvolvimento de atividades físicas em grupo da Terceira Idade (já implantado)
Desenvolvimento de atividades físicas na praça central (em parceria com a Secretaria de Educação)
Desenvolvimento de Grupo de Terapia Comunitária (já implantado)
7º ETAPA
Divulgação e publicação dos resultados.

3. PRINCIPAIS RESULTADOS ESPERADOS

Vamos agora enumerar os resultados esperados:

1. O principal resultado esperado é conhecer a real dimensão da doença em nosso município. De posse deste conhecimento oferecer acompanhamento preventivo acessível para todos. Por ser o município pequeno, Segundo o IBGE (2006) temos uma população de 5.305 pessoas em Rio Negro. Não teremos dificuldades em conhecer a real dimensão do problema.
2. Verificar e mapear pessoas com tendências, seja sintomáticos seja pelo histórico familiar, a ter hipertensão;
3. Conhecer o IMC de ao menos 75% dos moradores de Rio Negro e oferecer acompanhamento de peso;
Uma intervenção consistente no problema da hipertensão e seus determinantes e conseqüentemente nos problemas cardiovasculares exige o esforço concentrado de toda comunidade e de todos os órgãos governamental e da sociedade organizada. Especialmente a Secretaria de Educação, Serviço Social, Secretaria de Agricultura, Igreja e Associações de Moradores precisam se envolver neste trabalho ou então em futuro próximo estaremos com o setor saúde e o orçamento público estagnado pela demanda curativa dos problemas advindo da hipertensão.
Não é fácil, mas é urgente desenvolver atividades multiprofissionais que apontem para superação da corporatividade, isso especialmente no setor saúde.
Outra integração que deve acontecer com urgência é entre o setor saúde e a educação. Prevenir doenças e promover saúde faz dos profissionais de saúde educadores. Se por um lado é preciso que eles dêem conta disso por outro é preciso que os educadores tradicionais dêem conta de que precisam educar tendo em perspectiva as condições de saúde e cidadania de seus alunos.
O Projeto Viva Rio Negro tem potencial para agrutinar todos em torno destes objetivos.

4. MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO

O monitoramento será realizado mediante planilhas com resultados aferidos junto a população alvo.
Após essa etapa será realizado levantamento dos casos encaminhados e verificado porcentagem.
Vamos separar os casos já conhecidos dos novos.
Todas as pessoas com alteração no índice de pressão arterial serão encaminhadas para monitoramente e diagnosticar hipertensão ou descartar a doença.
As pessoas com sobrepeso serão encaminhadas para o grupo do peso, grupo de atividades físicas ou de terapia ocupacional, conforme a indicação de cada um.
Nestes grupos todos serão acompanhados quanto à participação efetiva e os resultados obtidos. Todos esses dados farão parte do prontuário de cada usuário.
Vamos armazenar informações de cada novo hipertenso encontrado e monitorar sua pressão arterial para verificar resolutividade das atividades propostas.
Os resultado serão transformado em gráficos para prestação de contas e monitoramento dos resultado.


5. SUSTENTABILIDADE

A contra partida do município será na forma de recursos humanos e estrutura física. Uma vez implantado o serviço e adquirido o material necessário teremos condições físicas e materiais de dar continuidade ao projeto, uma vez que temos os recursos humanos necessários.

5.1. RECURSOS HUMANOS

Ernfermeiro, Auxiliar de Enfermagem, Terapia Ocupacional, Assistente Social e Nutricionista:
Através de nossa estrutura do PSF vamos dar suporte ao projeto fazendo os acompanhamentos, tratamento e os encaminhamentos necessários para atingir nosso objetivo.
As Escolas Estaduais entrarão com os professores de Educação Física para seus alunos. A Secretaria de Educação cederá o professor de Educação Física para as atividades físicas na praça, assim como já cede para o Grupo da Terceira Idade.

5.2. RECURSOS FÍSICOS

As atividades Físicas e de Terapia Ocupacional serão desenvolvidas no Ginásio de Esportes da Cidade, Centro de Saúde e Centro Comunitários e Praças da Cidade. A ocupação destes espaços serão em acordo com a Secretaria de Esporte e Assistência Social.

6. CRONOGRAMA

ATIVIDADE PRAZO DE EXECUSSÃO
1° ETAPA
60dias
2° ETAPA
60 dias concomitantes com a primeira etapa
3° ETAPA
A partir do inicio do projeto – perspectiva de torna-se permanente
4° ETAPA
120 dia à partir da finalização da etpa 1 e 2 e concomitante com parte da 3 etapa.
5° ETAPA
A partir da finalização da 4 etapa. Aproximadamente 6 meses após inicio do projeto. Prazo de 60 dias para conclusão.
6° ETAPA
Alguns item desta etapa já funcionam para um público restrito. Especialmente no caso do grupo de atividades físicas nas escolas deve iniciar-se após com a sistematização dos primeiros resultados. A intenção é que seja uma etapa permanente e que funcione mesmo após o fim do projeto.
7º ETAPA
Ao final do projeto

6. RECURSOS

Material de Divulgação e Aferição de Pressão Arterial

Esfigmomanometro (Adulto)
Esfigmomanometro (Criança)
Estetoscópio (Adulto)
Estetoscópio (Criança)
Tenda
Mesa de PVC + 4 cadeiras
Panfletos
Cartazes
Folder
Faixas 3 metros
Camiseta
Banner
Total 4.882,00

Material para Realização de Reunião e Eventos

Cadeira de PVC
Flip Sharp
Canetas
Apagador
Not Book
Projeto Multimídia
Caixa de Som amplificada
Microfone sem fio
Microfone com fio
Mesa de Som 8 canais
Aparelho de Som portatil
Ventiladores
Bebedouro
Livro de Dinâmicas Educativas

Total 13.366,00

Material para Avaliação Antropométricas e Educação do Peso

Balança Portátil
adipometro
Antropômetro
Trena antropometrica
Banner pirâmide melhor idade
Kit Modelo de alimentos
Kit fantoches
Kit pirâmide acrílica e modelos de alimentos
Banner para divulgação
Calculadora Científica

Total 2.888,00

Material para Atividade Física no Ginásio de Esporte e/ou Praça Pública

Colchonete
Pesos Diversos
Baner de Divulgação

Total 1.250,00

Material para Terapia Ocupacional

Linha, Barbante, Retalhos de Tecidos, Étamine, Toalhas
Agulhas, Tesoura, Pistola de Cola Quente
Retífica para Bijouteria
Material para Bijouteria Mesa 300,00 300,00
Balcão
Armário

Total 7.160,00

Material para sistematização e controle

Formulários
Publicação dos resultados
Câmera Digital Filmadora
Câmera Fotográfica Digial
Computador Desk Top
Impressora Laser Colorida

Total 10.200,00

Total Geral 39.746,00

Nenhum comentário: