21 agosto, 2011

SOBRE INFORMAÇÕES EPIDEMIOLÓGICAS E CUIDADO

Ainda discutindo as questão das informações epidemiológicas e a necessidade ou não dos graduando do curso de enfermagem estudar mais PARASITOLOGIA e menos sociologia. Veja as fotos.
Passei apenas 15 minutos em um cruzamento da cidade de Paripiranga e observei estas situações muito comuns. Ou seja, pessoas andando de moto.
De um modo geral os pilotos andam de capacetes, mas os caronas não. Como pode ser visto nas fotos, os caronas envolvem em grande quantidade crianças. Geralmente são os pais e responsáveis que transportam as crianças.
Pode-se imaginar que as pessoas andam de capacete não porque acreditam na necessidade ou que ele pode lhe proteger, mas por imposição das regras de transito.
Por outros lado pode-se dizer que as regras de transito não velem para o carona ou que não se preocupam com o carona, o que é difícil de acreditar.
Todos nós estamos o tempo todo educando, para o bem ou para o mau. Neste caso pode se dizer que que as entidades responsáveis pela segurança ou por zelar dos direitos das crianças estão educando dos pais e responsáveis da seguinte forma: podem transportar as crianças e os adultos como quiser que nada vai acontecer. E é isso que tá acontecendo.
Cuidar, diz Leonardo Boff, é zelar, se preocupar. Mas porque as pessoas que transportam outros desta forma não relaciona uma coisa com outra?
Essa é uma demanda em saúde que não está sendo atendida. O serviço de saúde não tem feito muito para contribuir com a conscientização destas pessoas. Nem  escola, pois é comum pais ir as escolas buscar os filhos nestas condições. A mesma coisa pode se dizer do conselho tutelar e da polícia de transito.
Todos sabem que essas pessoas estão colocando a vida dos caronas em risco, mas não têm consciência disto e nós profissionais de saúde deveríamos estar chamando atenção para isso.
Mas como estamos muito preocupados em ensinar e aprender parasitologia não estamos preocupados com as demanda urgentíssimas que estão a nossa volta. Bem mais urgente que a parasitologi
 
Posted by Picasa

Um comentário:

Anônimo disse...

Sabemos que os acidentes envolvendo motocicletas quando não mata, deixam muitas sequelas não só nos envolvidos, mas em toda a família. Teria que ser um caso tratado com mais atenção das autoridades competentes, pois já podemos considerar que se trata de uma questão de saúde pública. As fotos feitas por Ernande não se resume só a Paripiranga, mas a todas as cidades brasileiras.