29 janeiro, 2009

QUEM SOMOS E PARA ONDE VAMOS - ATENÇÃO BÁSICA EM PEDRO GOMES

ATIVIDADE DE INTEGRAÇÃO

QUEM SOMOS E QUEM FAZ A ATENÇÃO BÁSICA DE PEDRO GOMES
O QUE QUEREMOS E PARA ONDE VAMOS

Introdução

Reunião realizada em 26 de janeiro para integrar, motivar e apresentar os novos Enfermeiro da ESF I e ESF II.
Estiveram presentes ACS e Coordenação de Endemias.


CRONOGRAMA

07:30 - APRESENTAÇÃO DOS PARTICIPANTES
08:15 - APRESENTAÇÃO: METAS E NORMAS - Roberto
09:00 - APRESENTAÇÃO E AVALIAÇÃO DO SERVIÇO - Andreia
09:45 – INTERVALO
10:00 - APRESENTAÇÃO DOS SERVIÇOS DOS ACS - ACS
11:00 - ALMOÇO
13: 00 - MODELO ASSISTENCIAL DE SAÚDE - Ernande
14:30 - ATRIBUIÇÕES DA ESF E DOS SERVIDORES - Patrícia
15:15 – INTERVALO
15:30 - RODA DE ENCERRAMENTO – Ernande
16:30 – ENCERRAMENTO


Participantes

Lessandra Maria de Oliveira
Maria Rosalina Alves Pereira
Gisliane Aline S.C. Borges
Gelson Domingues de Paula
Sivoney Campos de Souza
Naureni Rezende dos Santos
Ilza Braz da Silva
Ramonete da Silva Lopes
Eloneide P. de Souza
Eliane Gomes
Lizânea Emileny de Farias
Acléucia Carvalho da Silva
Idelson Santana da Silva
José Ronivon Quirino Cavalcante
Selvino Peres Ferreira
Roseli Ferreira Anguita
Adriana Quirino Cavalcante
Suely Dias Ferreira
Ana Lúcia P. da Silva
Resultados

O que esperam do trabalho em 2009

Fazer um trabalho intenso. Acabar com a postura morna;
Que a experiência de cada um seja levada em conta;
Aprender mais;
Fazer promoção de saúde;
Que a equipe seja mais unida;
Que a coordenação seja parte da equipe e que trabalhe mais com diálogo e menos pressão;
Qualificação permanente;
Que cada um faça sua parte;
Sentir-se valorizados e valorizadas;
Que a população reconheça o valor do trabalho prestado;
Que tenha estímulo para trabalhar;
Que tenha mais atividades e serviços para população;
Que o ACS não se restrinja a fazer visitas;
Que não existam desculpas para não se trabalhar direito;
Que haja melhores critérios na hora de selecionar quem vai trabalhar nas campanhas;
Que haja melhora na remuneração dos servidores;
Que haja maior disponibilidade multiprofissional;
Maior parceria com a vigilância sanitária;


Pontos positivos do serviço

· A experiência da população;
· A cidade ser pequena, o que facilita o controle;
· A aprendizagem durante as visitas;
· O contato com a população;
· Não faltar materiais e medicamentos;
· Agendamento de consulta para o pessoal da zona rural;

Pontos fracos do serviço

· Projetos e programas desativados;
· Servidores desmotivados;
· Falta de capacitação em serviço para os profissionais;
· Falta de bolsas e bicicletas;
· Falta de apoio técnicos para os ACS realizar seu trabalho;
· Falta de adstrição das áreas;
· Falta trabalhar dentro das normas (tirar a ESF do papel);
· Falta de servidores em alguns serviços;
· ACS realizando trabalho específico de Auxiliar e Técnico de Enfermagem: medindo pressão, realizando hemoglucoteste, aplicando insulina;
· ACS atendendo no Centro de Saúde: recepção, farmácia, hospital, auxiliando dentista;
· Falta de satisfação pessoal com o serviço;
· Falta de motivação;
· Servidores sentindo-se desvalorizados;
· Sensação de que o esforço pessoal diferenciado não é recompensado;
· Sensação que a organização do serviço não favorece o bom andamento do trabalho.


Observações

Ao final das atividades ficou a impressão que o grupo de trabalho é bom. São pessoas jovens, esforçadas que continuam estudando e buscando novos conhecimentos, mas que demonstram um certo “ressentimento” com o serviço. Sentem que seus esforços, sobretudo os individuais, não são reconhecidos e valorizados.
Outra questão muito forte é que a grande maioria não se sente preparado para o serviço ou desejam aprender mais. Foi unânime a queixa de que pouco foi investido no aperfeiçoamento dos ACS e cobraram insistentemente maiores investimentos em capacitação.
Outra queixa forte é com relação ao apoio técnico e coordenação. De um modo geral todos se queixaram de estar muito solto e sem apoio para realização de seus trabalhos. Clamaram por uma coordenação que lhe apoie e que faça parte da equipe verdadeiramente.

Nenhum comentário: